segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Ascendance of a Bookworm: Capítulo 21 - Mokkan e o Fazer de Tinta: A Conclusão


Mokkan e o Fazer de Tinta: A Conclusão

“Gaaah! Resolvi meu problema de papel, mas agora tenho que conseguir tinta, também! Por que eu?! ”

Nenhuma loja nesta área vende nada como canetas esferográficas ou lápis mecânicos com que estou acostumada. Não há lápis regulares, nem canetas fonte, e, é claro, não há nem tinta líquida nem em bloco. Se tinta estivesse livremente disponível, então eu não precisaria de nada mais do que uma vara afiada para escrever, mas tinta é tão cara que eu não posso obtê-la de qualquer forma. Eu sei o quanto custam os gizes de lousa que eu sou paga com, mas eu não sei qual será o meu salário extra durante a temporada de bônus, então eu não posso usar a estimativa de três anos do Otto para calcular quanto ela realmente custa.

É o valor de três anos de trabalho, sabe?

Minhas opções aqui são: compra-la, encontra-la, ser dada alguma, rouba-la, e a faze-la. Pensando nisso, a única opção real que tenho é fazê-la.

Afinal, não há nenhuma maneira que eu possa realmente roubar alguma da sala de serviço noturno...

Parece que não são só livros que tenho que fazer à mão, mas também tinta. Mesmo assim, fazer tinta é mesmo algo que eu sou capaz de fazer? Eu sei que envolve um pigmento e um óleo secante, mas serei capaz de adquirir quaisquer pigmentos e óleos que existem neste mundo?

“Não seria ótimo se eu só pudesse encontrar um ‘polvo’ ou uma ‘lula’? Onde diabos está o oceano?! ” eu grito, segurando firmemente o mokkan que eu estive esculpindo. Lutz, sentando ao meu lado, estremece. “O que agora?” ele diz, se virando para olhar para mim.

Lutz, você pode pensar em qualquer coisa aqui que eu possa usar como tinta?! Ou mesmo em uma maneira que eu possa faze-la?! ”

Claro, ir em numa jornada para o oceano e pescar polvos e lulas é irrealista. No entanto, eu não consigo pensar em uma única coisa entre minhas posses que eu poderia usar para fazer ou tinta líquida ou sólida.

“O que é ‘tinta’?”

"Hã---, é um líquido preto, que você usa para escrever em coisas como essas tábuas...”

Explicar o conceito de tinta para alguém que normalmente nunca veria algo assim é bem difícil. Lutz inclina a cabeça em confusão enquanto tento lhe explicar.

“Uma coisa preta? Se você não se importar com tipos de coisa sujos, então você acha que talvez cinzas ou fuligem podem funcionar?

“É, isso! Vou tentar isso! ”

Se vou estar usando cinzas ou fuligem, então isso é algo que minha casa sempre tem por aí nas brasas da nossa lareira. Isso é algo que eu posso sem dúvida obter imediatamente.

Assim que volto para casa, imediatamente tento perguntar à minha mãe.

“Mamãe, posso usar algumas dessas cinzas?”

Não, você não pode, ” ela responde imediatamente, me rejeitando sem qualquer hesitação.

“Hein? Por que não? ”

Usamos cinzas para fazer sabão, derreter neve, tingir coisas, vender para os agricultores... tem um monte de usos, sabia? Por favor não desperdice nada disso arbitrariamente.”

Pensando bem, quando a primavera chegou, ajudei a espalhar cinzas por aí por alguma razão incompreensível, como se eu estivesse em Hanasaka Jiisan.1 Acho que aquilo foi para derreter neve, hein? Só descobri isso agora. Se precisamos usar bastante para fazer sabão, então acho que é realmente um material importante.

Já que podemos vender o que sobrar, parece que seria difícil para mim adquirir quaisquer cinzas, mas me pergunto se minha outra opção, usar fuligem, seria viável?

“Então, mamãe, eu poderia usar a fuligem? ”

Minha mãe franziu o rosto um pouco depois que eu pedi por outra coisa, mas depois de um momento ela de repente começa a sorrir.

Bem, eu não sei para que você quer usá-la, mas, claro, você pode ter alguma fuligem. ”

“Ah, eba! ”

Você pode ter o que você conseguir varrer para fora do fogão. Você pode obter ainda mais se você limpar a chaminé também, sabia! ”

“Oqu?! ... Ah... certo. ... eu acho, você está certa. ”

Minha mãe sorridente se aproveitou de meus apuros, e agora eu vou varrer a chaminé. Isso não era o que eu esperava ter que fazer, mas se é para coletar fuligem, então eu não tenho escolha. Com fogo nos meus olhos, pego a vassoura estreita que usamos para varrer a chaminé, só para ser parada pela minha mãe, seu sorriso escorregando de seu rosto.

“Espere só um segundo, Maine! Você está planejando fazer isso com essas roupas?! ”

“... Hein? Eu não deveria?”

Essas roupas já estão meio sujas e desgastadas, então não faço ideia de como poderia ser um problema para mim varrer o fogão com roupas assim. Eu olho com ceticismo para minha mãe enquanto ela vai pegar seu kit de costura e a caixa de panos de limpeza velhos.

“Eu vou te fazer algo melhor, espere por um momento. ”

Com alto astral, minha mãe costura junto algumas roupas feitas de trao de limpeza com velocidade de raios. Eu me troco para minhas novas roupas de pano de limpeza, então decido que não seria nada bom meu cabelo ficar manchado de fuligem, então eu o prendo e uso o outro pano como bandana para cobrir minha cabeça.

Uau, nunca pensei que eu faria cosplay de Cinderela, mas aqui estou.

Primeiro de tudo, raspo as cinzas do fundo da lareira e as boto de lado. Depois disso, enfio a cabeça no forno e começo a derrubar e coletar toda a fuligem que posso. Esta é provavelmente a primeira vez que eu realmente estive feliz por ter um corpo tão pequeno. Não posso negar o sorriso da minha mãe, então enquanto eu já estava nisso comecei a varrer a chaminé para coletar a fuligem de lá também. À medida que as partículas negras se desmoronam das paredes, a chaminé começa a parecer mais e mais limpa, e a pilha da minha tão procurada fuligem fica mais e mais alta.

Isso é muito mais divertido do que eu pensei que seria quando eu comecei, e eu fiquei tão imersa que eu acabei me esforçando demais. No dia seguinte, minha febre voltou e eu fiquei deitada o dia todo.

Posso estar coberta de fuligem, posso ter desmaiado, mas de alguma forma consegui coletar minha pilha de fuligem. Agora preciso recuperar minha saúde também... Eu realmente quero melhorar o suficiente hoje para começar a escrever com essa fuligem.

“Maine, ” pergunta Lutz, “o que fazemos com isso? ”

“Acho que tentamos água primeiro? ”

O primeiro passo que eu vim com é dissolver a fuligem na água. Sinto que pode se transformar em algo parecido com tinta. De alguma forma. Eu boto um pouco de água do rio em uma tigela de madeira adicionada a um pouco de fuligem, e depois a mexo denovo e denovo com um pedaço de madeira. A fuligem não parece se dissolver muito bem, e a maioria só flutua acima da água.

“Acabou assim, hein...” eu murmuro.

Bem, eu me pergunto o quão bem você pode escrever com isso? ”

Eu aceno com a cabeça para ele, e em seguida molho a vara afiada que estamos usando no lugar de uma caneta na tigela. Hesitantemente, eu tento marcar o topo de um dos meus mokkan com seu número de página, “1”. No entanto, muito mais da fuligem grudou na minha vara do que na madeira do quadro, e o número que escrevi é tão fraco que é ilegível.

“Ah, cara... Isso é um fracasso. ”

“O que tentar a seguir? ”

Hmmm, bem, minha teoria original era que eu deveria tentar misturar a fuligem com óleo, mas... ”

Óleo é uma coisa que não posso pedir à minha mãe. Óleo vegetal é usado não só em muita da nossa culinária, mas eu também uso bastante para fazer o meu shampoo simples, então nós nunca temos o suficiente. Além disso, óleos de origem animal são usados para fazer velas e sabonetes, então eu acho que isso também não é algo que eu possa facilmente obter. Provavelmente, minha mãe recusaria meu pedido tão rápido quanto quando perguntei sobre as cinzas.

“Usar óleo, hein. Eu acho que você não poderia obter algum? ”

“É, é impossível. Não há nada mais nada que possamos tentar...? ”

Em busca de dicas, eu vasculho minha mente por todos os utensilios de escrita japoneses que eu posso pensar.

“Ah, as ‘tinturas’ que eram usadas na ‘pintura japonesa’ usavam ‘cola de gelatina’... mas, eu não sou permitida a usar qualquer fogo, logo isso não vai funcionar. ”

No futuro, eu posso ser capaz de tentar fazer uma tinta à base de gelatina, mas agora eu não tenho esse tipo de configuração. Se eu fosse capaz de usar gelatina, então eu poderia fazer tintas de materiais naturais, logo minhas opções aumentariam drasticamente. No entanto, eu não posso realmente esperar até que eu cresça.

Eeei, Maine, você ainda está aqui? ” diz Lutz, acenando sua mão para frente e para trás na frente do meu rosto para trazer meus pensamentos de volta à terra. “Sai dessa. ”

Hmmm, bem, provavelmente está tudo bem se não for um líquido. Poderíamos fazer algo como ‘giz de cera’ ou ‘giz’ ou... ‘lápis’... Ah, certo! Podemos usar argila! Vamos misturar com argila! ”

“Hã-?” ele diz, um olhar extremamente cético nesse rosto.

Se não me engano, misturar ‘grafite’ com argila vai me dar algo como ‘grafite de lápis’. Como... ‘conté2 talvez...? Bem, tanto faz. Estamos usando fuligem, não ‘grafite’, mas acho que vai funcionar! ”

Misture fuligem e argila, faça em varas redondas e esbeltas, então deixe-as secar. Uma vez que elas endurecem, eu posso realmente ser capaz de escrever com elas.

Lutz, quando estávamos fazendo ‘tabletes de argila’, desenterramos a argila em algum lugar por aqui, não é? ”

“Nós não temos que desenterrar nenhum, na verdade. Da última vez, desenterramos mais do que usamos, e acho que colocamos as sobras em algum lugar ao redor daquela rocha. ”

Como ele diz, há uma pequena pilha de argila ali. Eu pego um pouco,e em seguida amasso a fuligem nela até que esteja completamente misturada. Minha imagem mental aqui é algo como um Lápis Coupy 3 ou o núcleo de um lápis. Se tocá-lo não escurecer as pontas dos dedos, não produzirá uma cor utilizável.

Ambas as minhas mãos e a pedra que estou usando como superfície de trabalho ficam escuras como breu enquanto eu trabalho. Eu enrolo meus lápis de fuligem em tubos longos e finos, e depois os corto na cerca do comprimento de um lápis. Se estes endurecem quando secarem, então isso será um grande sucesso.

Tento lavar minhas mãos no rio, mas elas não ficam muito mais limpas. Vou ter que esfregar com sabão quando eu chegar em casa. Essas manchas persistentes, no entanto, me fazem sentir como se eu definitivamente vou ser capaz de escrever com estes.

“Quanto tempo devemos deixá-los secar, eu me pergunto? ” eu digo.

“Quem sabe? ”

“Deveriamos talvez tentar os assar? “

“Não vamos fazer nada desnecessário. Eles podem explodir novamente. ”

“Argh... ”

Pelos próximos dias, meus lápis de fuligem gradualmente começam a secar e solidificar. Eu envolvo um em um pano de pó velho para que eu possa usá-lo sem manchar minhas mãos. Depois disso, uso minha faca para afiar a ponta, então tente escrever uma letra.

Ele escreve! Pode desmoronar muito facilmente no meu aperto, mas por enquanto, eu posso escrever com estes. Estes serão menos como livros e mais como mídia antiga, mas isso funciona.

“Nós conseguimos! Lutz, ele escreve! ”

“Ah! Bom trabalho. ”

Eu, tendo feito meus próprios utensilios de escrita do zero, alegremente trabalho em fazer mais mokkan. Como tenho uma fonte garantida de materiais desde que eu saia para coletar lenha, posso acumular essas coisas muito barato. A melhor parte disso é que eu sou capaz de fazer tudo, do início ao fim, com minha própria força. O único grande problema com esses é que eles serão muito volumosos quando começarem a se acumular, mas isso ia ser um problema com tabletes de argila, da mesma maneira. Eu só vou ter que lidar com isso até ser uma adulta independente.

Minha pilha de mokkan completos cresce até minha satisfação, mas um dia eu volto da floresta para descobrir inesperadamente que eles desapareceram. O lugar onde os tenho estocado está vazio de repente.

“Su... sumiram?! Eles se foram? O quê?! ”

“O que há de errado, Maine? ”

Enquanto procuro freneticamente pelo depósito pelos meus mokkan desaparecidos, minha mãe enfia a cabeça adentro para ver qual é o problema.

Mamãe, você sabe o que aconteceu com os ‘mokkan’ que eu deixei aqui? “

“‘Mo-cam’? Bem, o que são esses? ”

Hummm, eles são pedaços de madeira, e eles tem um monte de tamanhos diferentes, mas todos eles foram alisados em ambos os lados para que eu possa escrever sobre eles... ”

Ah, a lenha que você trouxe de volta? Eu usei, sabe? ”

“Hã? Hein? Você usou? Por quê? ”

Minha cabeça de repente fica completamente em branco.

Foi a lenha que você trabalhou tão diligentemente para trazer de volta depois que você trabalhou tão duro para ficar forte o suficiente para ajudar, sabe? Não seria legal de mim não usá-la. ”

“Mas, a pilha de lenha está daquele lado, não é? Por que usou a pilha que eu especificamente mantive separada daquela? Essas foram uma compilação dos contos de fadas que você me contou para dormir à noite! ”

“Awn, ” ela diz, acariciando minha cabeça, “se você quer que eu lhe conte histórias, tudo que você precisa fazer é pedir. ” ela sorri, pensando que sua filha ainda será mimada não importa quanto tempo passar.

“Isso não foi o que eu quis dizer... ”

Nenhum um único deles sobrou. Eu olho vaziamente para o local onde meus mokkan costumavam estar, e toda a força deixa meu corpo. Todo o esforço que puz neles, toda a luta, foi em vão. Eles são cinzas. Quando penso nisso, eu não acho que posso me motivar para nada novamente.

No momento em que minha força me falha, um calor que estava enterrado fundo dentro do meu corpo explode afora. Uma febre, mais forte do que as que tenho depois de ficar muito animada ou trabalhar muito duro, explode através de mim em um instante. Em seu aperto, meus membros ficam dormentes e eu perco toda a habilidade de me mover.

“O que es...”

Sem qualquer compreensão do que poderia estar possivelmente acontecendo dentro do meu corpo, desabo de repente, choramingando como se eu estivesse presa em um pesadelo.

Minha consciência treme enquanto eu lentamente afundo mais na febre agitada e giratória. Me sinto como estivesse morrendo lentamente, pouco a pouco, sob a ofensiva implacável da febre. É só agora que estou experimentando em primeira mão que posso entender claramente como a verdadeiro Maine poderia ter sido engolida inteira por uma febre como esta.

À medida que deslizo cada vez mais longe, sem sequer a força de vontade para lutar contra ela, lampejos de rostos preocupados passam pela minha consciência, meus familiares olhando adentro, preocupados, para verificar meu estado. O rosto de Lutz está entre eles.

... Por que... Lutz está...?

Eu empurro acima meu caminho até ele, e minha consciência submersa começa a flutuar de volta para a superfície. Eu estresso minhas têmporas, empurrando ainda mais forte, e tudo entra em foco. Esta não é apenas uma imagem que flutuou pela minha mente. Eu conscientemente consegui fazer Lutz se concentrar no meu campo de visão.

“Maine?” ele diz, com os olhos arregalados.

“... Lutz? ”

“Sra. Eva!” ele grita, voltando-se para a cozinha. “Maine a... acordou! ”

Minha mãe corre para o quarto.

“Maine. Você desmaiou tão de repente, e eu pensei que você nunca iria acordar novamente! ”

“É... Às vezes, eu via seu rosto. Me desculpe por te preocupar. ... Mamãe, minha garganta está muito seca. Eu me sinto muito pegajosa também, então eu quero me lavar. Você poderia me trazer um pouco de água?

Tudo bem, eu já volto, ” diz ela, se virando para sair.

Assim que a vejo sair, agarro firmemente a mão de Lutz. Eu ainda não consigo nem levantar a cabeça, deitada assim.

“... Lutz, ” eu sussurro, “Eu falhei de novo. Minha mãe queimou todos os meus ‘mokkan’. ”

“Ah caaara... Bem, eles realmente só parecem cortes de madeira de forma estranha. ”

Mas eu me esforcei tanto neles, e os coloquei de lado de propósito... ”

Não aguento mais. O próprio destino decretou que nunca terminarei meu livro.

Eu suspiro em derrota, e eu posso sentir a febre começar a voltar à vida. Eu balanço minha cabeça para a esvaziar antes que eu seja puxada para baixo novamente.

“Não fique tão para baixo, ” diz Lutz. “Isso só não significa apenas que devemos tentar algo que não queima bem? ”

Meus mokkan eram feitos de madeira, então eles foram usados para lenha. Se for esse o caso, então deveriamos fazê-los de algo que não será queimado. A sugestão de Lutz é como uma faísca de luz na escuridão.

Agora não é hora de se afogar em febre. Preciso pensar em um bom material de substituição. Eu concentro toda a minha força de vontade para dentro, sentindo como se eu estivesse agarrando a febre e apertando-a na menor bola que eu posso.

“... O que você acha que poderíamos usar que não iria queimar? ” Eu digo, depois de uma longa pausa. Eu pensei um pouco nisso, mas eu realmente não consigo inventar nada, ou porque minha mente ainda está nebulosa da febre ou porque eu simplesmente não sei o que eu poderia encontrar por aqui que iria funcionar.

“Hummm ,talvez, bambu, ou algo assim? ”

“Ah!! ... Lutz, você é um gênio! ”

Bambu estoura quando queima, então provavelmente não é o tipo de coisa que você simplesmente queimaria. A esperança me inunda mais uma vez. Quando isso acontece, por alguma razão minha febre começa a baixar também, e eu posso respirar um pouco mais confortavelmente.

Ah, do que vocês estão falando? ” pergunta minha mãe, entrando na sala carregando um balde de água. Lutz e eu olhamos um para o outro.

“É segredo, ” eu digo, com um sorrisinho.

Maine ” diz Lutz, “Eu vou sair e pegar aquilo, então você absolutamente precisa se certificar de melhorar, tudo bem? 

“Obrigada, Lutz! Você é tão doce. ”

Seus olhos se arregalam. “Is- isso é só para você me apresentar ao Otto! ” ele grita, fugindo da sala. “Eu estou te pagando com antecedência, então é melhor você ficar saudável! Entendeu?! ”

À medida que seus passos desaparecem, eu começo a me esfregar com a água que minha mãe trouxe para mim.

Esta febre era estranha. Não consigo pensar em uma única doença que faria com que uma febre subtamente explodisse assim, especialmente não uma que devorasse lentamente minha consciência. Além disso, eu definitivamente nunca ouvi falar de qualquer tipo de febre que poderia ser forçada de lado por solamente pura força de vontade. Que tipo de doença é essa, se esgueirando no meu corpo?

Quando eu primeiro cheguei aqui, estava ficando febril bem regularmente, mas não achei isso particularmente estranho. No entanto, uma vez que eu consegui treinar meu corpo para ser um pouco mais robusto, então a estranheza das minhas febres se tornou muito mais aparente. O que diabos poderia estar errado com este corpo? Minha família, no entanto, não é mesmo afluente o suficiente para pagar um médico neste mundo, e não há enciclopédia de doenças comuns por perto, então isso não é algo que eu possa pesquisar imediatamente.

... Bem, se eu me concentrar em baixar minha febre, ela parece descer lentamente, então talvez vamos só esperar para ver?

 

 

Depois de mais dois dias de pensar sobre lidar com a minha febre, Lutz vem à minha casa no final da tarde, com um fardo de bambu que ele cortou até o tamanho perfeito para usar como tiras de bambu.4 Ele até raspou toda a casca, logo eu posso começar a escrever sobre eles imediatamente.

Nem pense em tocar nesses até que você esteja saudável de novo, ” diz ele, severamente. “Entendeu? Se você quebrar esta promessa, eu nunca vou te ajudar novamente. ”

“Tudo bem. Obrigada, Lutz. ”

Eu mantenho apenas um tira, e peço a minha mãe para colocar o resto deles no depósito. Ainda estou muito doente para sair da cama, mas assim que minha febre baixar totalmente, eu vou ser capaz de escrever nelas e aí finalmente terminar meu trabalho. Minha primeira prioridade, então, é melhorar.

Segurando firmemente a tira de bambu que Lutz me trouxe em uma mão, eu gradualmente me afasto para dormir. Justo quando eu estava quase completamente dormindo, no entanto, altos estalos começam a perfurar o ar.

“Gyaah? ” grita minha mãe da cozinha.

“O... o que?! O que aconteceu? ”

Estalo depois de estalo soa de dentro do forno, como se houvesse algo dentro que está estourando. Minha mãe invade o quarto, lívida.

“Maine! O que Lutz trouxe para esta casa?! ”

“... Bambu? ”

“Ugh! Isso foi enganoso! Eu pensei que ele estava nos trazendo lenha, já que você não pode ir e pegar alguma! ”

De repente percebo a fonte desses sons de estalo. Ela queimou o bambu, pensando que era lenha. Parece que está explodindo com muito mais força do que o bambu com que estou acostumada; bambu é diferente neste mundo?

“Ah, você confundiu com lenha, já que a casca já estava raspada? ... Espere, bambu e madeira não parecem diferentes, no entanto? ”

“Bambu e madeira vanihitz são parecem muito similares, sabe? ”

Eu nunca vi esse tipo de árvore antes, então acho que não sabia... ”

Não reconheço o nome daquela árvore. Pelo menos, quando eu estava na floresta, eu não vi nenhum tipo de árvore que se assemelhasse a bambu.

“O que você está falando? Essa é a madeira que você estava usando para tecer cestas com Tory durante o inverno. É o que sua própria cesta é feita de! ”

“Ah, eu me lembro agora. Acho que eles realmente se parecem uma vez que você descascar a casca. ”

Eu me lembro, agora que penso nos preparativos que a Tory estava fazendo para seu trabalho de inverno de tecer cestas. Madeira vanihitz se parece com qualquer outra madeira enquanto está com casca, mas parece muito com bambu uma vez que é descascada.

De qualquer forma, não traga mais bambu algum para dentro de casa. É perigoso! Estamos claros? ”

“... Sim... ”

Bambu também é proibido. É, eu estava com medo disso, desde que ouvi aqueles primeiros estalos. Sinto muito, Lutz, já que você se esforçou tanto...



Notas do tradutor para este capítulo: 

1. Hanasaka Jiisan é um conto popular do folclore japonês.

2. Conté são uma espécie de giz de cera, que são feitos de grafite comprimido ou carvão e usam argila ou cera como base.

3. Lápis Coupy é uma marca de lápis de plástico.

4. Tiras de bambu foram uma das principais mídias de registro no início da China.


Pagina anterior | Menu inicialPróxima Página 

I Said Make My Abilities Average! Capítulo 21 - De volta a Escola?

Escola de novo?  「「 「Como se isso pudesse ser !!!」 」」  Mile ficou surpresa com os gritos repentinos atrás dela.  "Mas é verdade…."...